Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 12/09/2017 06/09/2017 01/09/2017 30/08/2017 30/08/2017
Galeria de Fotos  

Dia Internacional da Mulher

Dia Internacional da Mulher é comemorado no Sindsprev com palestras e atividades culturais
Evento da Secretaria Sócio Cultural do Sindisprev homenageia o Dia da Mulher - Foto: Fernando de França

Dia Internacional da Mulher é comemorado no Sindsprev com palestras e atividades culturais

07/03/2008

Por André Pelliccione, da Redação do Sindsprev/RJ

Em clima de grande descontração, o ‘Sindicato Café’, uma nova iniciativa do Sindsprev/RJ, comemorou o Dia Internacional da Mulher (8/03) com palestras e atividades culturais no auditório térreo da entidade (Rua Joaquim Silva 98 A – Lapa). Realizada na última sexta-feira, a atividade teve entrada franca e contou com recital de poesia, a cargo da atriz Gui Soarrê, apresentação de dança do ventre (com Érica Proença) e do grupo ‘Negras Raízes’.
A abertura foi feita com a exibição do vídeo ‘Retratos de Mulher’, de Carmem Barroso, seguida da mesa redonda com a presença da sexóloga Sheila Reis (da Santa Casa de Misericórdia) e das diretoras do Sindsprev Janira Rocha e Edite Alves dos Santos.
Abordando a auto-estima das mulheres num mundo machista, Sheila Reis criticou o excessivo culto ao corpo, o que, em sua opinião, pode levar muitas mulheres a se descaracterizarem até fisicamente. “Vivemos em uma época de busca frenética da chamada boa forma, como fosse sinônimo de beleza e verdadeira auto-estima, o que nem sempre é verdade”, disse.
Saudando os presentes, a diretora do Sindsprev Janira Rocha frisou a importância da participação feminina nas lutas por justiça social e pela transformação da sociedade brasileira, lembrando que a privatização dos serviços públicos e a política neoliberal também são desafios para as mulheres brasileiras.
A atividade teve exposição de esculturas e pinturas de Valéria do Amor Divino, um ‘Chá Cultural’ e homenagem à compositora Chiquinha Gonzaga, autora de polcas célebres como ‘Atraente’, ‘Corta Jaca’ e ‘Abre Alas’, compostas para piano na virada dos séculos XIX e XX.

 





Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec