Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Saúde Federal  

Greve começa na 2ª-feira com atos nos hospitais Cardoso Fontes e de Ipanema

31/01/2014

Servidores se concentram em frente ao Hospital dos Servidores do Estado, no primeiro dia da greve no Rio
foto: Mayara Alves

 

Da Redação do Sindsprev-RJ
Por Hélcio Duarte Filho

O primeiro dia da greve dos servidores da saúde federal no Rio terá atos públicos pela manhã e à tarde. As manifestações, convocadas para segunda-feira (3), acontecem no Hospital Cardoso Fontes, na Estrada Grajaú Jacarepaguá, a partir das 10h30, e no Hospital de Ipanema, às 15 horas.

Ao longo da semana, assembleias locais foram realizadas em oito hospitais federais, que ratificaram a decisão da assembleia geral de apontar o início da paralisação para o dia 3 de fevereiro. Nesta sexta-feira (31), houve assembleias no Hospital Federal da Lagoa e no Hospital Federal de Ipanema, que confirmaram a paralisação a partir de segunda – o que já havia sido definido em assembleias anteriores na unidade.

Os servidores decidiram ir à greve depois que o Ministério da Saúde se recusou a suspender o início da implantação do ponto eletrônico, prevista para começar em fase de testes a partir de 3 de fevereiro. O ponto está programado para cobrar uma jornada de 40 horas semanais – os hospitais funcionam sob a jornada de 30 horas há cerca de 30 anos. Nas assembleias, os trabalhadores decidiram boicotar o ponto eletrônico e não registrar presença nele.

Os trabalhadores associam a imposição do controle biométrico ao processo de privatização dos hospitais, cujo controle o governo planeja transferir para a Ebserh, empresa criada para administrar de forma terceirizada as unidades de saúde.  Também observam que a eventual entrada da Ebserh ou de empresas similares nos hospitais significaria o fim definitivo da carreira da seguridade social.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec