Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Saúde Federal  

Governo Dilma continua sucateando hospitais federais. No HFB haverá ato na quinta

01/09/2014

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por Olyntho Contente

Em negociação com entidades nacionais representativas dos médicos, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, apontou como 'soluções' para o esvaziamento do Hospital Federal de Bonsucesso a privatização da unidade, através da contratação de pessoal via Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), a estadualização ou a municipalização. Os profissionais levaram a Chioro, no dia 4 de junho, a reivindicação da correção dos salários dos médicos, reduzidos quando da greve do ano passado.

Acabaram, no encontro, tratando do grave problema do esvaziamento proposital e sistemático do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB), que se agravou desde o dia 6 de fevereiro último, quando foi publicada a Portaria nº 155. Por essa norma, a unidade passaria a funcionar somente como uma grande emergência, sendo extintas consultas e cirurgias das mais diversas especialidades, deixando sem esses serviços a população do Rio de Janeiro e de outras cidades do estado.

Já encerraram suas atividades os setores de transplantes de rim e fígado, bem como o acompanhamento pós-operatório. Recentemente, foi dado início ao processo de fechamento da Pediatria. O número de leitos do setor já sofreu redução de 80 para 17. O hospital tem atendimento ambulatorial (consultas e exames) de todas as especialidades, como Cardiologia, Neurologia, Ortopedia, Oftalmologia, Clínica Geral, Oncologia, Ginecologia, Cirurgia Plástica Corretiva, Hematologia, entre outras. Em todas é insuficiente o número de profissionais, faltam medicamentos, inclusive os de programas de uso contínuo e outros insumos. Mesmo com essa precariedade, é crucial para a vida de milhares de pessoas que precisam de um hospital geral.

Faltam pessoal e insumos

O diretor do Sindsprev/RJ Júlio Tavares lembra que, ao esvaziar o HFB e transformá-lo em uma grande emergência, o Ministério da Saúde tem como objetivo afastar a atual clientela, facilitando, assim, a entrega da unidade à iniciativa privada. “O governo Dilma não esconde o seu projeto, que é o mesmo do PSDB, em São Paulo, e do governo Cabral/Pezão e do Prefeito do Rio, Eduardo Paes. É o maior ataque ao Sistema Único de Saúde (SUS) que já se viu na história. É a privatização do SUS”, afirmou o sindicalista. Ele lembrou que o governo vem conduzindo a privatização da saúde federal através da Ebserh e empresas terceirizadas. “Essa empresa assume com seus parceiros a administração das unidades federais, como vem fazendo nos hospitais universitários e pretende fazer com os hospitais federais do SUS, como é o caso não apenas do HFB, mas das demais unidades da rede. Dessa forma, segue o projeto neoliberal de redução do tamanho do Estado e de entrega do setor público em benefício da iniciativa privada”, sintetizou.

O dirigente do Sindicato lembrou ainda que com a greve de maio deste ano os servidores federais da saúde conseguiram arrancar o compromisso do Ministério da Saúde de suspender este ano o processo de privatização, através da Ebserh. O anúncio foi feito ao Comando de Greve pelo Consultor da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde, José Carlos de Moraes, em 18 de julho. Na ocasião, Moraes afastava, também, a possibilidade de estadualização ou municipalização das unidades federais. Ao que parece, pelas declarações de Chioro, a luta terá que voltar com mais força, caso seja mantida, após as eleições, a mesma política para o setor. 

Ato na quinta-feira, 4/09

Seja como for, Júlio Tavares adiantou que a resistência à privatização, ao sucateamento e à transformação do Hospital de Bonsucesso somente em um local de atendimento de emergência vai continuar. Está marcado para a próxima quinta-feira (4/09) um ato em frente ao HFB, às 10 horas, para o qual estão sendo convocados servidores e usuários.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec