Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Saúde Federal  

Assembleia do Cardoso Fontes aprova plano de lutas contra privatização e em defesa das 30h

23/10/2014

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por Olyntho Contente

Em assembléia nessa quinta-feira (23), os servidores do Hospital Cardoso Fontes (Jacarepaguá) aprovaram o calendário de lutas para a retomada das mobilizações da saúde federal contra a privatização, o sucateamento dos hospitais e pelas 30 horas, entre outros itens, e a participação dos profissionais do setor na campanha nacional dos servidores públicos federais do próximo ano.

O calendário de lutas prevê ainda um indicativo de paralisação por 24 horas da Saúde, Funasa, Anvisa e ministérios da Previdência e do Trabalho e Emprego, previsto para o dia 26 de novembro. A assembléia aprovou o indicativo. A decisão terá que ser ratificada em nova assembleia do Cardoso Fontes, no dia 12 de novembro. Assembleias sobre os mesmos temas serão realizadas nos demais hospitais federais.

Negociação, em Brasília
No dia 5 de novembro, acontece a reunião da Mesa Nacional de Negociação da Saúde, em Brasília, com participação do Sindsprev/RJ e demais representantes da Mesa Estadual. Todos os principais temas de interesse dos servidores, como jornada de trabalho, reajuste, privatização, condições de trabalho e plano de carreira, entre outros, estarão em discussão na mesa junto ao Ministério da Saúde. Na véspera (4/11), o Sindsprev/RJ vai enviar caravana de servidores a Brasília.

A diretora do Sindsprev/RJ Cristiane Gerardo explicou que constará das discussões da Mesa, da campanha salarial e do documento a ser entregue aos presidenciáveis, a implantação da tabela salarial que equipara os vencimentos dos servidores da saúde aos do INSS. A tabela foi negociada entre os ministérios e entidades sindicais e enviada pelo então ministro Alexandre Padilha, há três anos, ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) e lá se encontra até hoje.
 
Também diretora do Sindicato, Denise Nascimento defendeu uma luta unificada dos trabalhadores da saúde federal, estadual e municipal. “Os projetos são os mesmos: privatização dos hospitais, fim dos servidores públicos e imposição das 40 horas”, disse.
 
Calendário de lutas
 
5/11 – Mesa Nacional de Negociação e Mesas Estaduais, em Brasília
 
8 e 9/11 – Plenária da Federação Nacional (Fenasps) vai discutir paralisação por 24 horas
 
14 e 16/11 – Seminário das centrais sindicais que discutirá a campanha nacional dos servidores federais 2015
 
Dia 26/11 – Dia Nacional de Luta com paralisação na Saúde, Funasa, Anvisa e ministérios da Previdência e do Trabalho e Empre






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec