Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Saúde Federal  

Atenção servidores: assembleia da Saúde Federal é nesta terça-feira, 27/01

21/01/2015

Ato contra a estadualização dos hospitais federais, realizado dia 14/01, em frente ao Nerj
Foto: Fernando França

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por André Pelliccione

Com o objetivo de dar mais tempo para que os servidores realizem assembléias específicas nas unidades federais de saúde, o Sindsprev/RJ mudou, de 22 para esta terça, 27 de janeiro, a data da próxima assembléia geral da saúde federal, que será realizada no mesmo horário (17h), na sede do Sindicato (rua Joaquim Silva, 98 – Lapa – próximo aos arcos). A pauta da assembléia será: luta contra a estadualização dos hospitais federais, campanha salarial unificada e assuntos gerais da saúde federal. Compareça.

No dia 14/01, em audiência com representantes do Sindsprev/RJ, o diretor do Departamento de Gestão Hospitalar (DGH) do Nerj, José Carlos de Moraes, negou que o Ministério da Saúde (MS) vá transferir os hospitais federais do Rio ao governo do estado. A negativa do Ministério, no entanto, não deve ser considerada como prova de que o governo abriu mão da estadualização, até porque, em outras ocasiões, o Ministério já descumpriu suas próprias promessas, como na questão da Ebserh, que continua atuando nos hospitais federais, segundo denúncia dos servidores, apesar de o Ministério dizer que não.

Assim, é essencial e decisivo que a mobilização da saúde federal continue em todos os hospitais e institutos federais, mantendo não somente a luta contra a estadualização, mas iniciando a campanha salarial 2015, que este ano será unificada com outras categorias do funcionalismo público. Dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro, em Brasília, acontece a primeira grande plenária nacional dos servidores públicos federais, que definirá um calendário geral de lutas e mobilizações do qual a saúde federal vai participar.

“O ano que se inicia vai ser de muita luta e mobilização. Precisamos de reajuste salarial, condições dignas de trabalho, concurso público, incorporação de gratificações e que todas as formas de privatização sejam suspensas na saúde. O primeiro passo nesse sentido é termos um massivo comparecimento dos servidores na assembléia da saúde federal”, avalia Christiane Gerardo, da direção do Sindsprev/RJ.



Ato no NERJ

Sindsprev/RJ apresenta reivindicações e quer negociação específica sobre pauta dos servidores da saúde federal.
- Foto: Fernando de França



     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec