Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Saúde Federal  

Saúde Federal: Sindsprev/RJ cobra implementação de pauta apresentada em janeiro pelos servidores

02/02/2015

Reunião com o Ministério da Saúde, ocorrida nessa segunda-feira 2, em Brasília
Foto: colaboração

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por André Pelliccione

Em reunião com a Coordenadora Geral de Gestão de Pessoas do Ministério da Saúde, Elisabeth Matheus, ocorrida nessa segunda-feira 2, em Brasília, o Sindsprev/RJ cobrou a implementação imediata das reivindicações apresentadas ao Nerj, em Janeiro, pelos servidores dos hospitais federais do Rio. Entre elas, a produção de uma nota pública negando a intenção do Ministério de estadualizar os hospitais federais; a instalação dos conselhos de gestão participativa, com implementação do acordo de greve de 2014; uma definição para a situação dos cedidos; a convocação dos aprovados no concurso do Inca; que não se abram novos setores enquanto não ocorrer o necessário provimento de recursos humanos; e que seja respeitado o pleno direito de livre organização dos servidores nos locais de trabalho. Neste último ponto, o caso mais flagrante de desrespeito é o do Hospital Federal Cardoso Fontes, onde o Nerj quer impedir o funcionamento do Núcleo do Sindsprev/RJ.

Sobre a nota pública negando a estadualização, a Coordenadoria de Gestão de Pessoas (CGH/MS) disse que vai interceder junto ao DGH/RJ para que a publique o mais rapidamente possível. No que tange ao acordo de greve do ano passado, prometeu retomar os Grupos de Trabalho e a mesa estadual de negociação até a primeira semana de março. Sobre os cedidos, disse que vai realizar um seminário no primeiro semestre deste ano. Na questão do respeito à organização no local de trabalho, a CGH comprometeu-se a conversar com o Nerj, para se chegar a uma solução sobre o impasse em torno do núcleo sindical no Hospital Federal Cardoso Fontes.

“O governo não pode continuar em silêncio sobre as péssimas condições de trabalho e de atendimento nos hospitais federais. Exigimos concurso público pelo RJU e uma radiografia da situação das unidades de saúde e da própria saúde dos trabalhadores. Na terça-feira (10/02), vamos realizar assembléia no Hospital Federal de Bonsucesso (HFB) para eleger a nova direção da unidade. Queremos que a gestão seja efetivamente democratizada”, afirmou Christiane Gerardo, dirigente do Sindsprev/RJ que representou o Sindicato na reunião com a CGH/MS.

Durante a reunião, o governo destacou quatro eixos sobre a reestruturação da rede federal: redefinir o perfil das unidades; concluir obras inacabadas; redefinir quantitativo de pessoal a partir da redefinição do perfil e  construir um sistema de compras unificado e transparente. Segundo a CGH/MS, não existirá qualquer debate sobre entrega dos hospitais à EBSERH ou estadualização até que os referidos eixos sejam realizados.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec