Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Saúde Federal  

HFB: Assembleia aprova luta contra sucateamento e debate sobre carreira

21/06/2018


Assembleia dos servidores do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB), que definiu plano de lutas contra o sucateamento da saúde federal
Foto: Fernando França

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por André Pelliccione

Reunidos em assembleia na tarde da última quarta-feira (20/6), os servidores do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB) aprovaram um plano de lutas para denunciar o sucateamento da unidade e exigir do governo Temer (PMDB) que faça os investimentos necessários em saúde pública. Realizada no auditório do HFB, a assembleia contou com a participação de representantes de Sindsprev/RJ, Cremerj, Sindicato dos Médicos, Sindicato dos Enfermeiros, Conselho Regional de Psicologia, Fenasps (Federação Nacional), Fórum de Saúde do Rio e CSP Conlutas.

Os principais indicativos foram: realizar ato público unificado da saúde federal, no próximo dia 4/7, a partir das 10h, em frente ao HFB, com participação de servidores de outras unidades federais de saúde e de usuários; formar uma comissão de servidores e entidades sindicais para debater propostas de aperfeiçoamento da carreira da seguridade social e organizar seminários, em cada unidade, para aprofundar essa discussão com a categoria; denunciar ao Ministério Público e à Defensoria Pública da União (DPU) o descumprimento, por parte do Ministério da Saúde, da liminar concedida em outubro do ano passado pelo juiz da 5ª Vara Federal do Rio, Firly Nascimento Filho, ordenando a recontratação dos profissionais temporários demitidos após 1º de novembro de 2017; exigir do Ministério da Saúde que os serviços e clínicas dos hospitais e institutos federais só sejam reabertos com o quantitativo de pessoal necessário ao seu pleno funcionamento; e organizar uma paralisação de 24h em toda a saúde federal, em data a ser definida posteriormente. Outra decisão foi referendar as reuniões semanais do Grupo de Trabalho (GT) da saúde federal organizadas pelo Sindsprev/RJ todas as terças-feiras, a partir das 17h, na sede da entidade (rua Joaquim Silva, 98 – térreo - Lapa).

Ainda como deliberação da assembleia, uma comissão de servidores e representantes sindicais vai cobrar, da direção-geral do HFB, explicações sobre o desabastecimento da unidade e para o fato de terem sido criadas dificuldades para a cessão do auditório do hospital.

Governo Temer retirou 2,5 bi da saúde

Representando o Cremerj, Nelson Nahon criticou as políticas do governo Temer para a saúde. “Há um desmonte planejado dos hospitais federais porque está sendo mantida uma crise crônica de falta de recursos humanos. Enquanto isso, existe um jogo de empurra entre o DGH e o Ministério e o resultado é que, aqui no Hospital de Bonsucesso, inauguraram uma emergência sem o pessoal necessário. Queremos atender a população. O governo retirou R$ 2,5 bilhões da saúde nos últimos três anos. Não podemos permitir a destruição dos hospitais federais”, disse, sob aplausos.

Presidente do corpo clínico do HFB, o médico Baltazar Fernandes também criticou o sucateamento. “Nunca vi um momento tão ruim como o atual, no HFB, em termos de recursos humanos e desabastecimento. O impacto está sendo muito grave sobre a residência médica. Temos uma história neste hospital e não queremos que ele sucumba”, frisou.

“O que está em jogo é a vida de cada paciente. Lá no Hospital Federal dos Servidores [HFSE] também vivemos a mesma situação precária. Por isso a saída é a luta unificada de todos os hospitais. As unidades de saúde têm que sobreviver”, completou Luiz Henrique Santos, da direção do Sindsprev/RJ e servidor do HFSE.

Carreira própria ou carreira da seguridade?

Um dos debates ocorridos na assembléia foi sobre a carreira da seguridade. Representando a Fenasps, a servidora Lúcia Pádua defendeu uma carreira própria para os servidores dos hospitais e institutos federais. “Uma carreira própria para os hospitais federais — disse Lúcia — é a solução para a enorme discrepância salarial existente entre o Ministério da Saúde e outros setores do funcionalismo. Não podemos continuar escravos dos APHs. Queremos debater isto, apesar de a Fenasps e o Sindsprev/RJ ainda não terem uma posição fechada”.

O dirigente do Sindsprev/RJ Sidney Castro rebateu. “Precisamos lembrar que, atualmente, a Emenda Constitucional 95 congelou os salários e concursos públicos por 20 anos. E que não tem sentido falar em carreira se não há concurso público. O Sindsprev/RJ não é contrário à discussão da carreira específica, mas o que temos de fazer é fortalecer a carreira da seguridade social já existente, sem excluir os médicos, enfermeiros e servidores cedidos pelo Ministério da Saúde aos municípios”, afirmou.

Construir a greve na saúde federal

“Essa luta não tem dono e deve superar qualquer vaidade pessoal. Se não conseguirmos derrubar a Emenda 95, não teremos concurso público nem carreira digna. Esta é a verdade. Não somos contra debater a carreira, mas primeiro temos que derrubar a Emenda 95 e reverter as políticas do governo”, afirmou Sebastião José de Souza (Tão), diretor do Sinsprev/RJ.

A também dirigente do sindicato Ivone Suppo propôs greve geral da saúde federal. “Temos que construir uma greve pra denunciar toda essa situação de sucateamento, que também acontece em hospitais como o Carlos Tortelly, em Niterói. Precisamos de concurso público para estatutários. Vamos nos unir, botando nossas diferenças de lado”, disse.

Durante a assembléia, servidores e dirigentes sindicais criticaram o fato de os setores de recursos humanos (RHs) das unidades federais afirmarem não terem sido informados pelo DGH sobre a situação dos CTUs cujos contratos já expiraram.


Assembleia do Hospital de Bonsucesso lotou auditório da unidade, com grande participação dos servidores (Foto: Fernando França)






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec