Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Funasa  

RJU da Funasa: celetistas avaliam como positiva a caravana organizada pelo Sindsprev/RJ

10/04/2014

Celetistas da Funasa na assembleia realizada na manhã dessa quinta-feira (10/04), na sede da Fenasps, no momento em que aprovavam plano de lutas: mobilização pelo RJU continua

Por André Pelliccione (texto) e Mayara Alves (foto), enviados a Brasília
da Redação do Sindsprev/RJ

Reunidos em assembleia na manhã dessa quinta-feira 10, na sede da Fenasps, os celetistas da Funasa que participam da caravana que está em Brasília avaliaram como positivo o resultado da mobilização iniciada na última segunda (7/04) e que levou o governo federal a anunciar uma Medida Provisória (MP) para transposição ao Regime Jurídico Único (RJU). A assembleia, contudo, foi marcada pela cautela, ressaltando a necessidade de os celetistas continuarem mobilizados pela aprovação da MP assim que o texto for enviado pela Casa Civil da Presidência ao Congresso Nacional. Composta de dois ônibus, a caravana retornou ao Rio de Janeiro na noite dessa quinta-feira.

A intenção do governo de fazer a transposição de regime via Medida Provisória foi anunciada dia 8/04, durante reunião do Sindsprev/RJ com a coordenadora de gestão de pessoas do Ministério da Saúde, Elizabeth Matheus, e confirmada no dia seguinte, 9/04, pelo ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República, que informou estar a Casa Civil dando a formatação final na MP. No mesmo dia 9/04, à noite, telefonema da Secretaria-Geral da Presidência para a Comissão de Reintegrados do Sindsprev/RJ confirmou que a MP será assinada até a próxima terça-feira, 15/04.

Na assembléia dessa quinta-feira 10, na Fenasps, os celetistas aprovaram indicativos de mobilização a serem levados para a próxima assembléia geral dos trabalhadores da Funasa, dia 29/04, às 14h, no Sindsprev/RJ.

Alguns dos indicativos são: eleição de uma Comissão Ampliada de representantes dos celetistas, incorporando dois trabalhadores da base, além dos dirigentes do Sindicato, para acompanhar toda a tramitação da MP no Congresso Nacional; preparação de uma carta aos parlamentares, explicando que a MP entrará no Congresso Nacional e pedindo apoio à aprovação da Medida; e realização de reunião do Grupo de Trabalho (GT) da Funasa na próxima quarta-feira (16/04), a partir das 14h, no auditório do Sindsprev/RJ (rua Joaquim Silva, 98, Lapa – próximo aos arcos).

“Primeiramente, quero parabenizar essa caravana, que foi organizada pelo nosso Sindsprev/RJ, um sindicato de luta, o sindicato que nos representa. Agora, temos que fazer assembléias nos locais de trabalho e continuar a mobilização até a conquista final do RJU”, afirmou, na assembléia, a servidora da Funasa Nelma Barbosa.

“Essa categoria está mesmo de parabéns, mas não podemos baixar a guarda. Por isso a continuidade da mobilização será decisiva. Teremos que nos articular no Congresso para garantir a aprovação da MP”, completou o diretor do Sindsprev/RJ e membro da Comissão de Reintegrados, Pedro Lima (Pedrinho).

Para a também representante da Comissão Lúcia Pádua, não resta dúvida de que ‘a caravana é um sucesso’. “O que aconteceu aqui em Brasília, esta semana, foi a prova de que a presença da categoria foi fundamental para que as coisas começassem a andar, levando o governo a anunciar a edição da Medida Provisória. Porém, a MP ainda não foi assinada e, quando isso acontecer, teremos que garantir sua aprovação no Congresso”, disse.

Também membros da Comissão, os servidores Octaciano Ramos (Piano) e Isaac Loureiro reforçaram a necessidade de se ter cautela. “Sem dúvida alguma é uma vitória termos arrancado do governo o compromisso com essa MP, mas ainda temos muita luta pela frente. Demos um passo muito importante agora, por isso não devemos fraquejar”, disse Piano. “Nossa experiência mostra que tudo o que a nossa categoria conquistou foi sempre com muita luta e mobilização. Não temos razão pra achar que vai ser diferente agora. Continuaremos mobilizados. Queremos o RJU”, concluiu Isaac.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec