Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Funasa  

Sindsprev/RJ enviará ofício ao Nerj cobrando insalubridade da Vigilância em Saúde

18/01/2019


Servidores da Vigilância em Saúde reúnem-se em assembleia no Sindsprev/RJ -
Foto: Mayara Alves

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por Olyntho Contente

Em assembleia nesta sexta-feira (18/1), no Sindsprev/RJ, os servidores da Vigilância em Saúde decidiram que o Sindicato deve enviar à Gestão de Pessoas do Núcleo do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro (Nerj), ofício cobrando do órgão a confirmação da volta do pagamento da insalubridade no salário de fevereiro a ser pago em março, comunicado verbalmente ao diretor do Sindsprev/RJ, Sidney Castro. A verba deixou de ser creditada a partir de janeiro deste ano, segundo o governo, para que fosse feita uma mudança no sistema interno do Ministério do Planejamento, e atingiu servidores de todo o Executivo.

Diversos sindicatos entraram com ações, entre estes o Sindsprev/RJ, cobrando o pagamento da insalubridade. Na avaliação da assembleia, na verdade, foi por este motivo que o governo recuou e agora diz que vai retomar o pagamento e que a interrupção se deveu a uma problema técnico.

A assembleia aprovou, também, a formação de uma comissão para percorrer os 92 municípios onde trabalham servidores da Vigilância.  O objetivo é discutir os principais problemas que afetam a categoria e mobilizar para as lutas que se aproximam a partir das decisões do governo Bolsonaro. E também o envio de ofício ao Nerj cobrando a criação de uma mesa específica para debater temas específicos da Vigilância em Saúde.

Ato da saúde federal, dia 4

Aprovou, ainda, um calendário de lutas que prevê: reunião de um Grupo de Trabalho aberto à participação de todos os servidores do setor, no dia 30 de janeiro, às 14 horas, no Sindsprev/RJ, entre outros assuntos, para organizar a participação da categoria no ato do dia 4 de fevereiro, às 10 horas, em frente ao Nerj (Rua México, 128, Centro), do qual participarão servidores de toda a saúde federal; e, no dia 11, ida à Brasília para abrir uma negociação com o governo e o Congresso Nacional sobre temas importantes para os funcionários da Vigilância em Saúde.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec