Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Geral  

'O Sindsprev/RJ nos representa’, dizem servidores da seguridade e seguro social

04/04/2014

Servidores da seguridade e seguro social na assembleia dessa sexta-feira 4, que aprovou campanha em defesa do Sindsprev/RJ

Foto: Niko

 

Da Redação do Sindsprev/RJ

‘Eu tô na luta, o Sindsprev/RJ me representa’. Com este mote, a assembleia estadual extraordinária do seguro e da seguridade social realizada nessa sexta-feira 4 aprovou uma massiva campanha de defesa do Sindicato, cuja representatividade formal está sendo questionada na Justiça em ação movida pelo Sintsaúde-RJ, entidade governista, patronal e chapa-branca. O Departamento Jurídico do Sindsprev/RJ já ingressou com recurso pedindo a anulação da decisão.

Com faixas, cartazes, camisetas, abaixo-assinados e atos públicos, a campanha de defesa do Sindsprev/RJ vai mostrar que representatividade é algo que se constrói e se afirma na prática, como prova a história de mais de 20 anos de lutas do Sindicato em defesa dos servidores da saúde, do trabalho e da previdência social no estado do Rio.

Ataque do governismo ao Sindsprev/RJ

Os servidores também decidiram, na assembleia dessa sexta-feira 4, que o Sindsprev/RJ não obedecerá à decisão da 60ª Vara do Trabalho do Rio, que proibiu o Sindicato de utilizar a  expressão “saúde, trabalho” em seu Estatuto.  “Essa decisão não será obedecida porque, na prática, é produto de um ataque movido por forças governistas ao Sindsprev/RJ. Ataque que acontece porque o nosso sindicato nunca se rendeu às políticos de governos e patrões, porque é um sindicato que organiza a greve da saúde federal, luta pela regulamentação dos ACS e ACEs nos municípios e não abaixa a cabeça aos poderosos de plantão”, afirmou, na assembleia, a deputada estadual e servidora do INSS, Janira Rocha, que comparou o ataque movido contra o Sindsprev/RJ às perseguições que atingiram o Sindicato dos Petroleiros, nos anos 90, e a Associação Nacional dos Docentes (Andes), há cerca de três anos.

A assembleia teve a participação de representantes da CSP Conlutas, do Sintuff e Sintuperj. “Repudiamos esse lamentável ataque ao Sindsprev/RJ, que é um sindicato de luta e independente de governos. Quem representa a categoria da saúde é o Sindsprev/RJ, como mais uma vez ficou demonstrado na recente greve da saúde federal”, afirmou, sob aplausos, o representante da Conlutas, Luis Sergio. 

Nomes da comissão de ética

Após a aprovação da campanha, a assembleia remeteu, para a próxima reunião de diretoria do Sindsprev/RJ, a escolha dos nomes que irão compor a Comissão de Ética eleita em 2013 para apurar toda e qualquer denúncia de desvio de conduta de dirigentes e associados do Sindsprev/RJ, segundo os parâmetros estabelecidos no código de ética da entidade.

Uma nova assembleia estadual extraordinária será realizada dia 6 de maio, às 17h, no Sindsprev/RJ (rua Joaquim Silva, 98, Lapa), com caráter de mobilização em defesa do Sindsprev/RJ. O poder judiciário, representado pela 60ª Vara do Trabalho do Rio, será convidado formalmente para, segundo os servidores, conhecer na prática quem os representa. No caso, o Sindsprev/RJ.

Unidade em defesa do Sindsprev/RJ

“O que hoje a base do Sindsprev/RJ está vendo o Sintsaúde fazer é algo que nós, reintegrados da Funasa, há anos sofremos na pele. O Sintsaúde fica todo o tempo nos caluniando e tentando destruir o Sindsprev/RJ. Temos que tomar medidas drásticas contra aquele sindicato chapa-branca e governista, que inclusive vem dificultando a execução da ação de indenização de campo ganha pelo Sindsprev/RJ”, afirmou a diretora do Sindsprev/RJ Lúcia Pádua.

Para a também dirigente do Sindicato Maria Celina de Oliveira, o momento é de unidade de todas as forças políticas em defesa do Sindsprev/RJ. “O nosso inimigo é o Sintsaúde-RJ. Temos que deixar de lado as nossas diferenças e correr atrás do prejuízo. O Sindsprev/RJ faz parte da minha vida e por isso vou defendê-lo com todas as minhas forças”, completou ela, sob forte emoção.

‘O Sindsprev/RJ nos representa’, afirma dirigente

“As coisas não acontecem à toa. E não é à toa que o Sindsprev/RJ vem sendo brutalmente atacado, e justamente agora, quando organiza uma nova greve na saúde federal. Além das medidas jurídicas que estamos providenciando, vamos dar uma resposta política. Vamos mostrar que o Sindsprev/RJ nos representa, de verdade”.

“É legítimo que tenhamos diferenças, mas precisamos de unidade neste momento, unidade verdadeira em torno do Sindsprev/RJ. Temos que sair da passividade. Quanto menos unidos estivermos, mais estaremos municiando o inimigo”, concluiu o diretor do Sindicato Rolando Medeiros.

 

 






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec