Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Geral  

ACS de Nilópolis entram em greve na quinta-feira (27/11) pelo pagamento do piso salarial de R$ 1.014,00

24/11/2014

ACS de Nilópolis em assembleia de mobilização
Foto: Mayara Alves

 

 

Da Redação do Sindsprev/RJ

Agentes comunitários de saúde (ACS) de Nilópolis vão entrar em greve por tempo indeterminado a partir da próxima quinta-feira (27/11). O objetivo é pressionar o prefeito Alessandro Calazans a pagar o piso salarial nacional de R$ 1.014,00 aos 367 ACS de Nilópolis, conforme prometido em outubro durante reunião com o Sindsprev/RJ. Na ocasião, Calazans afirmou que o novo piso começaria a ser pago em novembro. No entanto, em nota oficial publicada no inicio deste mês, a prefeitura alegou não ter ainda recebido os recursos federais necessários para efetuar o pagamento.

Os ACS de Nilópolis, porém, contestam as alegações da prefeitura. Segundo eles, o município está recebendo, do Fundo Nacional de Saúde, recursos mensais da ordem de R$ 377.208,00 para o pagamento dos ACS. Ainda de acordo com os trabalhadores, o valor mensal anterior era de R$ 360.984,00 e teria sido corrigido para R$ 377 mil, a partir de outubro. A consulta ao Fundo Nacional de Saúde na internet está disponível no link: http://www.fns.saude.gov.br/visao/consultarPagamento/pesquisaSimplificada.jsf

O piso salarial nacional de R$ 1.014,00 foi aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado em junho deste ano pela presidenta Dilma, transformando-se na Lei nº 12.994 (lei do piso salarial).

Em inúmeros outros municípios brasileiros, agentes comunitários de saúde (ACS) e agentes de combate a endemias (ACEs) vêm se mobilizando pelo pagamento do novo piso, incluindo o retroativo desde junho. Na maioria das vezes, contudo, os trabalhadores vêm enfrentando forte resistência de suas respectivas prefeituras.

 






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec