Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Geral  

Na segunda (6/07), assembleia vai decidir sobre indicativo de greve a partir de 7/07

03/07/2015

Servidores da seguridade durante plenária realizada dia 17/06, no Sindsprev/RJ, quando foi aprovado calendário de mobilziação dos setores federais
Foto: Fernando França

Da Redação do Sindsprev/RJ
Por André Pelliccione

Acontece nesta segunda-feira (6 de julho), a partir das 18h, no Sindsprev/RJ (rua Joaquim Silva, 98, Lapa – próximo aos arcos), a assembleia dos setores federais (Saúde Federal, INSS, MPS e DRTs) da seguridade e do seguro social, que vai decidir sobre o indicativo de greve por tempo indeterminado a partir do dia 7/07, apresentado pela Fenasps (Federação Nacional). Compareça. O indicativo de greve é a resposta aos ataques movidos pelo governo federal aos direitos dos servidores, que continuam sem reajuste, trabalhando sob péssimas condições e cada vez mais sobrecarregados.

Comando de Mobilização da Saúde Federal levará propostas à plenária

Para a assembleia desta segunda (6/07), o Comando de Mobilização da Saúde Federal vai propor que os hospitais e institutos federais entrem em greve por tempo indeterminado somente após o dia 13/07, como forma de dar tempo suficiente para que a mobilização seja efetivamente construída pelos servidores no interior de cada unidade de saúde. Outra proposta do Comando de Mobilização é a realização de paralisação de 24h em cada unidade, na próxima terça-feira (7/07), com atos públicos e distribuição de carta à população explicando as razões do movimento. Servidores do Hospital Federal Cardoso Fontes e do Into já confirmaram a realização de atos no dia 7/07, às 10h em frente às respectivas unidades. No Cardoso Fontes, os servidores garantiram que vão paralisar as atividades por 24h. Nesse sentido, o Comando de Mobilização da Saúde Federal reafirma a importância do comparecimento do maior número possível de servidores à assembleia da próxima segunda-feira (6/07).
 
Sindsprev/RJ continua visitas às agências do INSS para mobilizar servidores

Outro setor-chave que está em mobilização é o INSS, onde o Sindsprev/RJ vem, desde o dia 19 de junho, realizando visitas às agências do Instituto para conversar com os servidores sobre a situação da categoria, as condições de trabalho, a campanha salarial e a construção da luta unificada junto com a Saúde Federal, o MPS e a DRT. Para potencializar essa mobilização, o Sindsprev/RJ criou um grupo de discussão no Watsapp, por meio do qual os servidores obtêm informações complementares sobre as mobilizações nas principais APS. A ideia é incluir dois servidores de cada agência no grupo. Os interessados devem entrar em contato pelo telefone (21) 964949506.

Duas legítimas reivindicações apresentadas pelos servidores do INSS aos dirigentes do Sindsprev/RJ, durante as visitas, são a busca da paridade entre ativos e aposentados, sobretudo na questão da pontuação da GDASS, e a anistia dos descontos e multas aplicados pelo governo por conta da greve de 2009.

A exemplo da Saúde Federal e do INSS, os servidores das DRTs e do MPS também são constantemente desvalorizados pelo atual governo, que tende a agravar a situação com um corte  (contingenciamento) geral de R$ 70 bilhões de reais no orçamento da União para 2015, anunciado em abril pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Proposta salarial do governo irrita servidores

Dia 25/06, em Brasília, durante reunião com o Fórum das Entidades de Servidores Públicos Federais, o Ministério do Planejamento apresentou uma insuficiente proposta salarial que, além de não cobrir a inflação acumulada do último período, é parcelada em 4 anos, gerando profunda insatisfação e irritação em todas as categorias do serviço público federal.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec