Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
Geral  

Vito Giannotti, presente!!!

27/07/2015

Da Redação do Sindsprev/RJ

O Sindsprev/RJ lamenta o falecimento do jornalista, escritor, metalúrgico e militante socialista Vito Giannotti (foto), ocorrido na última sexta-feira (24/07), no Rio de Janeiro. O corpo foi velado no Sindipetro-RJ, no sábado.

Italiano radicado no Brasil desde os anos 60, Vito era um dos coordenadores do Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC) e um dos mais respeitados jornalistas sindicais do país. Por mais de 20 anos, desenvolveu, no NPC, intensas atividades em cursos de formação e comunicação na área sindical e dos movimentos populares, sempre com a preocupação de refletir criticamente sobre a linguagem da comunicação elaborada pelos trabalhadores e as possibilidades de utilizá-la na luta contra a hegemonia política e ideológica dos meios de comunicação comerciais e empresariais.

Autor de livros que viraram referência na área, como ‘O que é Jornalismo Sindical’; ‘Comunicação Sindical: a arte de falar para milhões’ e ‘Muralhas da Linguagem’, entre outros, Vito participou da luta de resistência à Ditadura Militar brasileira. No campo estritamente sindical, além de jornalista, atuou como membro da Oposição Metalurgica de São Paulo, onde combateu o sindicalismo pelego e participou da CUT quando esta entidade ainda não era a central governista e chapa-branca na qual se transformaria posteriormente.

Em seu profícuo trabalho de jornalista, além de organizar os chamados ‘cursos anuais do NPC’, incentivou os sindicatos e entidades dos trabalhadores a perceberem a importância de organizarem sua própria comunicação, na criação de jornais, boletins, TVs, rádios, sites e blogs que contribuissem para o desenvolvimento de uma consciência crítica.

Nesse sentido, a morte de Giannotti deixa uma lacuna irreparável para todos os militantes e lutadores socialistas que, como ele, lutaram e continuam lutando para que os trabalhadores avancem em sua consciência de classe. Uma consciência independente de governos e patrões.






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec