Home
|
|
|
|
|

| Saúde Federal | Saúde Estadual | Saúde Municipal | INSS | MPS | Funasa | DRT | PSF ACS ACE | Ações Judiciais | Comunitário | Política | Economia | Cultura | Geral | Galeria de Fotos | Links | Erramos 30/05/2019 15/05/2019 14/05/2019 03/05/2019 10/04/2019
MPS  

Servidores do MPS dão prazo de 30 dias para serem transferidos do prédio da Pedro Lessa

20/10/2011

Na foto, socorro durante o incêndio do prédio da Pedro Lessa, ocorrido em setembro deste ano
Foto: Samuel Tosta

Por André Pelliccione, da Redação do Sindsprev-RJ

Os servidores da 11ª Junta de Recursos da Previdência Social decidiram, por unanimidade, dar um prazo máximo de 30 dias para que o Ministério da Previdência Social (MPS) os transfira do prédio da gerência executiva Rio do INSS, na Av. Pedro Lessa, onde estão lotados atualmente. A decisão foi tomada após reunião com a presidente e a secretária da 11ª Junta, respectivamente, Moema Passos Lobo e Claudia Calumby, ocorrida nessa quarta-feira, 19/10, no prédio da gerência centro. Um abaixo-assinado, com pedido de providências urgentes, será encaminhado ao presidente do Conselho de Recursos da Previdência, Dr. Salvador Marciano, em Brasília.

Em agosto deste ano, um princípio de incêndio no térreo do imóvel levou pânico a servidores e segurados, causando a interdição temporária do prédio, reaberto sob protestos e questionamentos por parte da categoria e do Sindsprev/RJ. “A grande verdade é que o prédio continua sem oferecer condições mínimas de segurança, pois não possui brigada de incêndio, não tem laudo da defesa civil ou do corpo de bombeiros. Pra piorar, recentemente caiu o teto de um dos andares. Por isso é que todos os 23 servidores da 11ª Junta, mais os médicos peritos e conselheiros presentes à reunião, decidiram que não querem mais continuar na Pedro Lessa, de jeito algum”, explicou o diretor da Regional Centro do Sindsprev/RJ e servidor do MPS, Edilson ‘Mariano’ Gonçalves.

Segundo ele, uma das possibilidades para solucionar o problema seria o retorno da 11ª Junta de Recursos à sua lotação original, na Av. Almirante Barroso, 54, onde continuam a funcionar a 10ª e a 12ª juntas do MPS. “Admitimos retornar ao nosso local original de funcionamento ou então que o MPS arranje outro imóvel. O que não pode é continuarmos na Pedro Lessa, pois ali não dá”, completa Mariano, que explica o teor do abaixo-assinado a ser enviado ao Dr. Marciano. “No texto vamos pedir, além da transferência da Pedro Lessa, que o Dr. Marciano venha pessoalmente ao Rio de Janeiro para conversar conosco sobre as reivindicações que desejamos ver atendidas, como a melhoria da estrutura funcional dos conselhos, o conteúdo do plano de carreira entregue ao Ministério do Planejamento e a realização de concurso público para provimento das vagas abertas pelas aposentadorias e licenças médicas de servidores”.


 






     Voltar

Ir para o topo | Envie esta página para um amigo | © SINDSPREV 2007  |  Desenvolvido por Spacetec